>> Abril de 2003 Outros Meses:


Conheça as Fortalezas de Santa Catarina

Conheça as Fortalezas de Santa Catarina Atualmente, as fortalezas catarinenses - gerenciadas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - são os principais pontos de atração turística da região de Florianópolis, sendo visitadas anualmente por mais de 200 mil pessoas. Conhecê-las significa desfrutar de uma verdadeira viagem no tempo.

Clique aqui para conhecer as fortalezas catarinenses Clique aqui para conhecer as fortalezas catarinenses
Enviar para um amigo Enviar esta novidade para um amigo.




CD-ROM é apresentado em Congresso Brasileiro de Arquitetos

CD-ROM é apresentado em Congresso Brasileiro de Arquitetos O arquiteto Roberto Tonera, coordenador do Projeto Fortalezas Multimídia, apresenta no dia 30 de abril a comunicação "Os Recursos Multimídia e a Preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro - o caso do CD-ROM Fortalezas Multimídia", durante o XVII Congresso Brasileiro de Arquitetos, que acontece no Riocentro, Rio de Janeiro, de 29 de abril a 03 de maio.

O tema é a utilização da informação em formato digital como instrumento de apoio à preservação do patrimônio cultural, enfocando o caso do CD-ROM Fortalezas Multimídia, lançado em 2001 pela Universidade Federal de Santa Catarina. A informação em meio digital democratiza o acesso ao conhecimento, a otimização do potencial educacional, cultural e turístico dos bens culturais. Falta se consolidar como instrumento de ações de preservação do patrimônio cultural brasileiro.

O CD-ROM Fortalezas Multimídia foi selecionado para participar também da Mostra Multimídia que ocorre paralelamente ao evento principal. O arquiteto Roberto Tonera viaja ao Rio de Janeiro com o apoio do CREA/SC, instituição que também foi uma das patrocinadoras do CD-ROM Fortalezas Multimídia.


Mais detalhes na Agenda do site Mais detalhes na Agenda do site
Leia o artigo na íntegra Leia o artigo na íntegra
Enviar para um amigo Enviar esta novidade para um amigo.




UFSC assina acordo de cooperação com Instituto Açoriano de Cultura

UFSC assina acordo de cooperação com Instituto Açoriano de Cultura A Universidade Federal de Santa Catarina assinou termo de cooperação com o Instituto Açoriano de Cultura (IAC) da Ilha Terceira/Açores/Portugal, com o objetivo de desenvolver projetos conjuntos na área de patrimônio cultural. O acordo, que começou a ser negociado durante a viagem do coordenador do Projeto Fortalezas Multimídia Roberto Tonera aos Açores, em setembro do ano passado, foi firmado em janeiro deste ano. Entre os projetos em vista, já está sendo estudada a possibilidade de desenvolvimento de dois CD-ROMs: um sobre o Inventário do Patrimônio Arquitetônico dos Açores e outro sobre Cantigas Antigas dos Açores, ambos lançados em livro pelo Instituto Açoriano.


Para mais informações, faça contato pelo e-mail: projeto@fortalezasmultimidia.com.br Para mais informações, faça contato pelo e-mail: projeto@fortalezasmultimidia.com.br
Enviar para um amigo Enviar esta novidade para um amigo.




Projeto prepara CD-ROM que conta a história das relações entre Portugal e o Sul do Brasil

Projeto prepara CD-ROM que conta a história das relações entre Portugal e o Sul do Brasil O Projeto Fortalezas Multimídia já está trabalhando no desenvolvimento do CD-ROM "De Portugal ao Sul do Brasil - 500 anos". A obra, fartamente ilustrada, descreve as relações históricas que já duram mais de 500 anos entre Portugal e o Brasil, com ênfase na influência que os colonizadores açorianos tiveram sobre a história e a a cultura no sul do Brasil e os reflexos destas influências sobre o turismo cultural na região. A obra traça um panorama da evolução histórica dos dois países, abordando as contribuições lusas para a cultura do sul do Brasil, avaliando ainda o potencial turisco-cultural das principais cidades de Portugal continental, Açores e dos três estados do sul do Brasil. Este CD-ROM é a versão multimídia do livro homônimo do professor da UFSC e historiador catarinense Vilson Francisco de Farias, lançado em 2001.

Clique aqui para saber mais sobre o livro no site do professor Vilson Farias Clique aqui para saber mais sobre o livro no site do professor Vilson Farias
Enviar para um amigo Enviar esta novidade para um amigo.




Projeto Fortalezas Multimídia desenvolve primeiro CD-ROM brasileiro a possibilitar visitação virtual de um museu

Projeto Fortalezas Multimídia desenvolve primeiro CD-ROM brasileiro a possibilitar visitação virtual de um museu O Museu Victor Meirelles é o primeiro museu brasileiro que pode ser visitado virtualmente através de CD-ROM Multimídia e que permite às pessoas conhecerem o acervo de pinturas e desenhos das várias fases do pintor Victor Meirelles, considerado um dos maiores artistas brasileiros de todos os tempos. O CD-ROM foi lançado dia 20 de fevereiro, no Museu Victor Meirelles, em Florianópolis.

O CD-ROM Museu Victor Meirelles é uma realização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, que administra o Museu, e da Associação Victor Meirelles, e foi desenvolvido pelo Projeto Fortalezas Multimídia da Universidade Federal de Santa Catarina.

Além de possibilitar a visualização de obras consagradas como Batalha de Guararapes, Degolação de São João Batista e a Primeira Missa no Brasil, que tornou Victor Meirelles mundialmente famoso, o CD-ROM traz biografia do pintor, história da criação do Museu, e catálogo com pinturas e desenhos pertencentes ao acervo do Museu. Traz bibliografia de referência sobre o pintor e possibilita acesso a vários sites na Internet que trazem conteúdos sobre o Museu e o artista. O ponto alto do CD-ROM é a visita virtual que é possível realizar por todo Museu, interna e externamente, por meio dos panoramas fotográficos em 360 graus. É possível percorrer as dependências do sobrado, casa natal do artista em Florianópolis, em 10 pontos de giro em 360 graus, “caminhando” interativamente por todas as salas de exposições e acessando informações disponíveis sobre as obras expostas.



Saiba mais sobre o CD-ROM Museu Victor Meirelles Saiba mais sobre o CD-ROM Museu Victor Meirelles
Adquira o CD-ROM Adquira o CD-ROM
Enviar para um amigo Enviar esta novidade para um amigo.




Atualização do CD-ROM Fortalezas Multimídia já está disponível

Atualização do CD-ROM Fortalezas Multimídia já está disponível O CD-ROM Fortalezas Multimídia já pode ser atualizado via Internet, de forma fácil e gratuita. Esta atualização é realizada a partir do próprio CD-ROM, bastando que aquelas pessoas que já possuem a obra original disponham de conexão com a Internet. Os novos conteúdos ampliam de 120 para mais de 460 o número de fortificações brasileiras cadastradas no CD, que somadas aos fortes e fortalezas localizados em outros países totalizam mais de 800 fortificações disponíveis na obra.

Saiba passo a passo como atualizar o seu CD-ROM Fortalezas Multimídia Saiba passo a passo como atualizar o seu CD-ROM Fortalezas Multimídia
Adquira o CD-ROM Fortalezas Multimídia Adquira o CD-ROM Fortalezas Multimídia
Enviar para um amigo Enviar esta novidade para um amigo.




Exposição Fotográfica permanece em Paraty

Exposição Fotográfica permanece em Paraty A exposição fotográfica itinerante "Fortificações catarinenses, a história retratada no CD-ROM Fortalezas Multimídia" permanece no Rio de Janeiro, na cidade histórica de Paraty, na divisa com o Estado de São Paulo. A exposição, que está em Paraty desde outubro passado, permanece aberta à visitação até fins de abril.

O evento é iniciativa do Projeto Fortalezas Multimídia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e do Ministério da Cultura/Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN-6ª SR-RJ)/ Sub-regional de Paraty. A exposição poderá ser visitada de quarta-feira a domingo, das 9 às 17 horas, no Forte Defensor Perpétuo.

As 25 fotos coloridas, tamanho 25cmX30cm, ilustram o ambiente das fortificações da Ilha de Santa Catarina - monumentos históricos do século XVIII -, integrantes do acervo do Projeto Fortalezas Multimídia. Fazem parte das mais de 2 mil imagens contidas no CD-ROM Fortalezas Multimídia, lançado pela UFSC, e produzidas pelos fotográfos Alberto Luiz Barckert e Ademilde Silveira Sartori, entre 1999 e 2001.

No Rio de Janeiro, a exposição incorporou também fotos dos fortes de São Matheus e Forte Defensor Perpétuo, ampliando sua abrangência sobre as fortificações brasileiras. As fotos do Forte de São Matheus, produzidas por Wolney Teixeira e Warley Sobrosa, enfocam o monumento antes e depois da sua restauração, na década de 50. As imagens do Forte Defensor Perpétuo registram diferentes momentos - de 1955 até os dias de hoje - deste importante ponto de defesa no litoral sul fluminense, em fotos de Edgard Jacintho e Célia Menezes.


Mais informações sobre a Exposição Mais informações sobre a Exposição
Enviar para um amigo Enviar esta novidade para um amigo.




Clique aqui para conhecer outros patrocinadores